Resenhas: HQs 2020

by - maio 23, 2021

Trecho de "A Solidão de um Quadrinho Sem Fim", de Adrian Tomine. Crédito: Editora Nemo 

Ao longo de 2020, publiquei algumas resenhas de quadrinhos no Scream & Yell. Neste post, reuni os links para cada uma delas para facilitar o acesso aos leitores. Acompanhe!


Em “Aprendendo a Cair”, realidade e fantasia alimentam a narrativa em uma história dedicada às pessoas com deficiência. Adaptação do conto “Traje de Rigor”, de Marcos Rey, chega ao mercado em formato digital com arte de Gustavo Lambreta. Adrian Tomine diverte ao relembrar conquistas e humilhações no mundo das HQs em "A Solidão de um Quadrinho Sem Fim". Leia as resenhas aqui.


Se a tríade “sexo, drogas e rock n’ roll” está fora de moda, esqueceram de avisar Simon Hanselmann. O mundo imaginado pelo autor nascido na Tasmânia e que vive em Seattle (EUA), é completamente doentio (ou realista, se preferir…). Leia a resenha completa aqui.



“Beco do Rosário” entretém ao contar história da urbanização de Porto Alegre. Clássica série argentina “Buscavidas” ganha publicação integral no Brasil. “Degenerado” conta história de casal que escandalizou a sociedade parisiense nos anos 1920. Leia as resenhas completas aqui.


John Constantine tenta sobreviver à era do cancelamento em novas histórias de “Hellblazer”. Em uma edição com oito histórias (que ainda inclui a participação de JC em um conto de “Os Livros da Magia”, relacionado à trama principal), o autor Simon Spurrier e os artistas que levaram suas ideias para o papel — Aaron Campbell, Matías Bergara e o brasileiro Marcio Takara — trazem o detetive do oculto para 2019, em meio a uma Inglaterra enfiada no Brexit e a um mundo onde os cigarros eletrônicos e as cervejas de “lúpulo colhido de forma ética” são a regra. Leia o texto completo aqui.


You May Also Like

0 comments